O que fazer na Irlanda

O que fazer na Irlanda – Dicas de lugares imperdíveis!

Pensando em conhecer um país bem verdinho, com muita história para contar e ainda, cervejeiro? Pois bem, hoje vou contar para vocês sobre o que fazer na Irlanda. Na verdade, os 11 lugares que mais impressionaram e super recomendo.

Essa minha viagem para Irlanda demorou um pouquinho para acontecer, apesar dela ter estado na minha listinha há anos! Acredito que os decendentes de irlandeses que conheci no Canadá e Estados Unidos, países que moro e já residi, me influenciaram nessa decisão de destino. 

Mas chega de blá blá blá e vamos viajar pela Irlanda! 

>> O que fazer em Dublin, post completinho.

Cidade colorida, Cobh
Cobh, Irlanda

Clima na Irlanda

Antes de falar sobre o que fazer na Irlanda, PRECISO mencionar sobre o clima da Irlanda que é imprevisível, quase sempre frio e muitas vezes nublado. Na minha opinião, o clima é o grande defeito da Irlanda. Mas por outro lado, é esse mesmo clima úmido e chuvoso que garante sua beleza natural toda verde e linda. Não é a toa que a chamam de “Ilha Esmeralda”.

Assim como em todo hemisfério norte, as estações do ano na Irlanda são o oposto do Brasil. Sendo assim, o inverno vai de dezembro a fevereiro, a primavera de março a maio, o verão de junho a agosto e o outono de setembro a novembro.

A média de temperatura em Dublin e quase toda a Irlanda varia de 3°C a 16°C. Então, nunca viaje sem uma boa jaqueta, pois mesmo no verão (junho a agosto), raramente a temperatura fica acima dos 20°C.

Clima na Irlanda

Dirigir na Irlanda

A Irlanda é um daqueles países que super se encaixa em uma road trip, então alugar um carro é algo que recomendo. CONTUDO, é preciso tomar alguns cuidados para não entrar em uma furada:

  • Não precisa de carro em Dublin, assim você economiza com o preço de estacionamento e a dor de cabeça de dirigir na cidade.
  • Na Irlanda se dirige do lado inglês, ou seja, do lado esquerdo, oposto ao que dirigimos no Brasil.
  • Você não precisa de PID para dirigir na Irlanda, somente uma carteira de motorista válida e física. Confira as requerimentos da locadora antes de fechar.
  • Prefira alugar carros compactos, especialmente para quem nunca dirigiu do lado esquerdo. Acima disso, as estradas são (bem) apertadas.
  • Evite as estradas principais quando quiser conhecer o país de verdade, pois o bacana da Irlanda é se aventurar pelas estradinhas e conhecer o interior.
  • Carros automáticos costumam ser bem mais caros que carros de câmbio manual.
  • Recomendo seriamente você comprar o seguro completo do veículo, pois assim você viaja tranquilo e se alguma coisa acontecer, você salva essa dor de cabeça.

Aluguel de carro na Irlanda
Nosso carro alugado na Irland



As dicas abaixo são apenas uma amostra do que fazer na Irlanda, nós rodamos muito o país e aproveitamos muito a viagem. Inclusive, recomendo não engessar demais o roteiro para ir remodelando o itinerário de acordo com o clima.

Também não vou falar sobre as principais atrações de Dublin, você já falei com detalhes sobre isso aqui nesse post: O que fazer em Dublin.

Uma mapa interessante das principais atrações da Irlanda pode ser encontrada aqui, recomendo ver para ficar mais fácil a visualização dos lugares para conhecer.

1- The Ring of Kerry (Círculo de Kerry)

O Círculo de Kerry é uma estrada muito famosa e costuma estar na lista de todo mundo que viaja pela Irlanda. Ela começa e termina em Killarney, uma cidade muito gracinha, mas lotada de turistas, especialmente americanos.

Dá para ver as principais atrações do Ring of Kerry em um dia. Sendo assim, alugue um carro, comece o passeio cedo (antes da 8h30) para driblar as excursões e faça o trajeto no sentido anti-horário.

Não quer alugar carro? Veja algumas excursões bem avaliadas:

Esse círculo é muito especial, pois passa por lugares lindos, assim como Killarney National Park (parque nacional), Torc Waterfall (cachoeira), Moll’s Gap (passagem entre montanhas, não dê carona para ninguém), Derrynane Beach (praia) e Ladies View (vista). Além das cidadezinhas Kenmare (onde fiquei hospedada), Waterville e Sneem.

Sobrou tempo? Adicione o Skelling Ring nesse trajeto, pois tem paisagens muito bonitas também, inclusive para quem gosta do Star Wars.

A região de Kerry exige mais dias, pois é muito bonita e o Ring of Kerry é apenas uma das atrações!

Ring of Kerry, Irlanda

2- Kinsale e Cobh

As duas cidadezinhas que mais me chamaram atenção durante nossa viagem de 2 semanas pela Irlanda foram Kinsale e Cobh! Ambas ficam pertinho uma da outra, você não precisa gastar muitas horas com elas, mas vale a pena conhecer.

Nós dormimos em Cobh, e inclusive ficamos em uma acomodação muito fofa e acolhedora, West Beach House -Sea Views. Passamos por Kinsale durante a viagem. E a grosso modo, posso dizer que elas são coloridas e super aconchegantes, além é claro de ter sempre pubs a nossa disposição!

Uma curiosidade de Cobh é que ela foi o último porto de escola do icônico navio Titanic, antes dele sair pelo oceano Atlântico e encontrar seu triste destino.

Aliás, você vai passar por muitos vilarejos de encher os olhos. Particularmente eu gosto mais de lugares assim intimistas, que as grandes cidades.

Kinsale, Irlanda
Pitoresca Kinsale vista de longe!


Logo Wise

Wise – O melhor cartão de débito (pré-pago) para viagens internacionais


3- Riverdance em Dublin – sapateado irlandês 

Eu não ia colocar nada específico de Dublin, mas achei que deveria mencionar o sapateado irlandês aqui nesse post, não é mesmo? Então, se você gosta de dança, sapateado e música irlandesa, certamente deve garantir o ingresso para o show do Riverdance. Os shows em Dublin geralmente ficam em cartaz durante o verão (15 junho a 10 Setembro/2023), pois o resto do ano a companhia viaja pelo mundo, eu mesma vi o Riverdance pela primeira vez em Ottawa, no Canadá.

Riverdance se tornou famoso com a apresentação da dupla Jean Butler and Michael Flatley no Eurovision de 1994. Desde então, eles se tornaram lenda e realmente a técnica e sincronização é impressionante de assistir. Vale muito a pena não só pela dança, mas também para curtir uma tradição irlandesa.

Leia também: Como visitar a Guiness Storehouse em Dublin

4- Adare Village – Thatched Cottage

O vilare Adare foi fundado no século 13 e lá é um dos lugares que a gente consegue ver as casinhas tradicionais irlandesas chamada “Thatched Cottage“.

Thatch é um junco natural que quando cortado, seco e instalado de forma correta, forma um telhado a prova d’água.

Acredita-se que no século de 1800, mais da metade da população irlandesa vivia nesse tipo de habitação. Eram construções populares, mas que hoje virou atração turística.

O que fazer na Irlanda

5 – Rock of Cashel

As ruínas Rock of Cashel é uma das principals atrações turísticas e históricas da Irlanda. Diz a lenda que foi nesse local que St. Patrick batizou o Rei Aengus em 432. E para quem não sabe (eu não sabia), Aengus foi o primeiro rei cristão da Irlanda e que mudou o curso do país com essa conversão.

Aliás, esse negócio de católicos x protestantes (anglicanos) é a grande treta da história da Irlanda e da Irlanda do Norte! Falo brincando, mas o negócio é muito sério, quase inacreditável pensar que isso ainda exista em pleno século XXI.

Mas voltando as ruínas do Rock of Cashel, eu acho que vale a pena ver, mas se estiver com o dinheiro contato, não precisa entrar, basta ver de longe. Por isso, a dica é entrar nas ruínas da fazenda vizinha que fica em frente, dá até para ir a pé, chama-se Hore Abbey. Obviamente não é a mesma coisa, mas não custa nada para entrar e você tem uma vista linda do Rock of Cashel.

Rock of Cashel
Rock of Cashel

Colmar na França

Não esqueça do Seguro Viagem ! Ele é obrigatório!

Seguro viagem é OBRIGATÓRIO para entrar na Europa, faça sua cotação e viaje tranquilo! A cobertura precisa ser de no mínimo 30.000 euros.


Mais dicas do que fazer na Irlanda

6- Cliffs of Moher

Falar da Irlanda sem mencionar os desfiladeiros de Moher, em inglês Cliffs of Moher, seria um sacrilégio. O lugar é realmente espetacular e impressionante. Então se prepare, pois essa atração é bem lotada. Sendo assim, recomendo visitar logo no início da manhã ou no final da tarde para evitar as excursões.

Contudo, se tiver mais tempo para explorar a Irlanda, tem muitos desfiladeiros (ou penhascos) belíssimos para conhecer e que muitas vezes são esquecidos. Entre eles Kerry Cliffs perto de Portmagee, os Fair Head Cliffs em Antrim, Kilkee Cliffs no condado de Clare, Slieve League Cliffs em Donegal, e por fim, os desfiladeiros escondidos da ilha de Arranmore.

CLIFFS OF MOHER

7- Dingle Peninsula

Ao norte do Ring of Kerry você encontrará outra península que vale muito a pena de conhecer, a Dingle Peninsula. As principais atrações também dá para fazer em uma day trip e mais uma vez, as paisagens que serão a grande atração.

Eu me arrisco a dizer que gostei mais da Dingle Peninsula que do Ring of Kerry, mas talvez seja porque ela é menos visitada, então temos um sensação de mais autenticidade durante o percurso. Entre as coisas para ver na península destaco: Dingle Town, Conor Pass, Slea Head Drive,  Blasket Islands, Dunquin Pier, Coumeenoole Beach, Skellig Islands a distância, entre outras belezas.

Contudo, por ficar indecisa sobre qual colocar aqui nesse post sobre o que fazer na Irlanda, coloquei as duas e pronto!

Dingle Peninsula

8- Healy Pass

Healy Pass é uma estrada da península de Beara, entre as regiões de Cork e Kerry, que não estava no nosso roteiro original, mas que veio como uma surpresa muito especial. Por ser um pouquinho fora de mão, nem sempre ela aparece nos guias sobre o que fazer na Irlanda.

O trajeto da Healy Pass se parece com uma serpente no meio das montanhas e foi uma das estradas mais bonitas que passamos pela Irlanda. 

PS: Não dê carona nessa estrada e evite a estrada em dias com nevoeiro.

Healy Pass, Irlanda

9- Cervejas e Whiskey

Eu achei que australiano bebesse muito, mas depois que fui para a Irlanda, mudei minha teoria! (risos).

Pubs são bares que servem bebida e algum tipo de comida quente, e eles estão sempre lotados prontos para as pessoas socializarem com amigos ou com qualquer pessoa que sentar e tiver afim de uma prosa, ou como dizem os irlandeses, to Craic.

A cerveja Guinness é a grande campeã dos pedidos nos pubs, pois ela combina perfeitamente com o clima da Irlanda, mas há outras opções. Aliás, não deixe de visitar a Guinness Storehouse quando estiver em Dublin.

Recomendo também experimentar os whiskeys irlandeses. Tem vários maravilhosos, sendo assim, incluir uma visita a alguma destilaria deve ser mandatório para quem gosta de bebida e história.

Nós visitamos duas destilarias. Em Dublin fizemos o tour com degustação na Pearse Lyons, que adoramos. E na Irlanda do Norte fizemos degustação na Old Bushmills Distillery que também foi interessante, recomendo reservar o tour com antecedência, pois costuma ter muita demanda.

PS: a destilaria mais famosa da Irlanda certamente é a Jameson Whiskey Distillery que também tem tours e degustação.

10- Castelos e Casarões históricos

Umas das coisas legais para se fazer na Irlanda é visitar alguns castelos medievais e casarões históricos, nem que seja do lado de fora. Alguns desses castelos estão em ruínas, enquanto outros viraram cenário da série The Game of Thrones, como por exemplo, o Dunluce Castle, na Irlanda do Norte.

Há vários castelos que ainda estão em operação, você pode até comprar alguns deles (olha lá! risos). Um dos castelos mais famosos para visitação é o Blarney Castle, mas eu acabei desistindo dele, porque depois tudo que li, ninguém me convenceu que beijar um pedra valeria o preço da entrada. Kilkenny Castle, na minha opinião é mais interessante, além de ser no meio de uma cidadezinha super fofa (não precisa entrar).

Os casarões da Irlanda também são incríveis, meu favorito foi a Muckross House, no Killarney National Park, nós não entramos no palácio, mas andamos pelos arredores e foi delicioso. Passear pela região de bicicleta também deve ser muito legal.

Castelos na Irlanda
Muckross House

11- Irlanda do Norte

Já citei alguns lugares acima sobre a Irlanda do Norte, mas para quem tiver tempo sobrando e puder incluir a Irlanda do Norte no roteiro, deve fazê-lo.

Há muito o que fazer na Irlanda do Norte, e aqui destaco a Causeway Coastal Route. Essa estrada começa ou termina em Belfast até Londonderry, ou simplesmente Derry. As duas cidades devem ser paradas obrigatórias, pois ambas são muito interessantes e nos faz entender um pouco da história entre as duas Irlanda. Já entre entre um lugar e outro, a dica é curtir a natureza, a famosa ponte de corda Carrick-a-rede Rope Bridge, uma visita com degustação na Old Bushmills Distillery, ver as ruínas do Dunluce Castle e a formação Giant’s Causeway.

Minha dica na Irlanda do Norte é pesquisar não somente os lugares para visitar, mas sobre onde estacionar em cada atração, pois nessa brincadeira dá para economizar bastante.

Se não quiser alugar um carro, que tal fazer uma excursão de um dia para a Irlanda do Norte saindo de Dublin? Recomendo esse tour ou esse aqui.

Irlanda do Norte, Giant’s Causeway

Gostaram dessas dicas do que fazer na Irlanda?

Espero que tenham gostado dessas dicas sobre o que fazer na Irlanda. Vamos aproveitar e trocar figurinhas nos comentários aqui no final desse post do Viajoteca, pois adoro conversar sobre viagens e dicas. Se tiver mais algumas coisa a acrescentar, compartilhe também nos comentários.

Caso este post tenha te agradado ou te ajudado de alguma forma, utilize os links que estão dentro dele para fazer suas reservas. Através deles ganhamos uma pequena comissão que nos ajuda a sempre ter conteúdo fresquinho e de qualidade para você! Obrigada!!

Leia neste Artigo:

Tours Viajoteca

Conheça nossos tours e passeios exclusivos e privados, com guias e motoristas que falam português!
OFICIAL

2 respostas

  1. Boa noite Mirella. Vou viajar pra Europa pra visitar minhas filhas que moram em Brighton, na Inglaterra. E eu nunca viajei pra fora do Brasil. E quero muito conhecer a Irlanda. Porém irei sozinha. Quer dizer, eu e Deus (apesar do medo kkkk). Quero conhecer esses lugares do interior da Irlanda. Você acha que 5 dias dá pra conhecer os principais lugares? Compensa eu alugar um carro? Você acha que é perigoso eu fazer esse roteiro sozinha e de carro? Dois dias em Dublin é suficiente? Te pergunto pq depois da Irlanda vou pra outros lugares.

    1. Oi MAria Cleonice,
      Eu acho que vale muito a pena fazer o interior da Irlanda. Nós fizemos tudo de carro alugado, mas precisa saber que eles dirigem do lado oposto, como na Inglaterra e as ruas/estradas costumam ser bem apertadas. Caso nunca tenha dirigido do lado oposto, isso pode ser um desafio.
      Acho dois dias em Dublin o suficiente para ver o principal, já viu esse post? https://www.viajoteca.com/dublin-irlanda/
      Aproveite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.