O que fazer em Montreal - 2 dias

O que fazer em Montreal | Roteiro 2 dias!

Se está procurando o que fazer em Montreal, chegou no lugar certo. Nesse post, além de compartilhar um roteiro de 2 dias em Montreal completinho, tem também muitas dicas de onde ficar, onde comer e como curtir a cidade!

Montreal é a metrópole “francesa” da América do Norte, pois é, uma das coisas legais de viajar pelo Canadá é descobrir que existem “vários Canadás” com nuances culturais diferentes e influência de muitas culturas em uma só.

Aliás, quem viaja entre as províncias de Ontário e Quebec precisa entender que existem dois Canadás. O anglofônico, que tem influência gringa e britânica. E o francofônico, que absorveu a identidade francesa e acadiana. Hoje, ambas culturas, juntamente com a multiculturalidade dos novos imigrantes, definem o Canadá.

Não tem jeito, a questão da língua vai ser a primeira coisa que qualquer visitante vai notar ao chegar na província de Quebec, o francês é muito falado em Montreal e Quebec City, mas Montreal é bem bilingue, o inglês e francês são aceitos e usados no dia a dia.

VIEUX-MONTRÉAL / OLD MONTREAL - CIDADE VELHA
Bonsecours Market na cidade velha

+ Compras no Canadá – dicas e guia por produto!

+ Seguro viagem para o Canadá – precisa mesmo?

Principais atrações de Montreal

Para quem está procurando apenas um checklist sobre o que fazer fazer em Montreal, mando abaixo uma listinha prontinha, mas para realmente descobrir como conhecer Montreal, continue lendo, pois tem muita dica legal nesse post, incluindo um roteiro de 2 dias em Montreal completinho e com mapa.

Imperdíveis:

Sobrou tempo?

Vai para Montreal no inverno? Que tal:

Sugestões de passeios a partir de Montreal:

Sobre Montreal

Como disse anteriormente, o francês entra com força total definindo a cultura e o swing de Montreal. Aliás, ela tira onda dos visitantes, pois se localiza no meio da gringolândia da América do Norte, mas tem um jeitão latino, despachado e artístico.

Mas não precisa se preocupar, mesmo que você não domine o francês, a maioria dos residentes de Montreal são bilíngues e eles trocam facilmente o Bonjour pelo Hello. Mas claro, que se você pode usar aquele sorriso maroto e perguntar: “Parlez-Vous Anglais?” (você fala inglês?), certamente será muito educado e bem-vindo!

Nesse meio tempo, não esqueça de comprar seu seguro viagem para o Canadá, turistas não são cobertos pelo sistema de saúde canadense e melhor se prevenir caso alguma emergência aconteça.

Onde comer em Montreal
Drink no Terrasse Place d’Armes

Breve história de Montreal

Montreal tem uma longa história que remonta a mais de 8.000 anos com os povos nativos que habitavam a região.

O primeiro europeu chegou em Montreal somente em 1535, com a expedição do famoso Jacques Cartier. E então, 70 anos depois, Samuel de Champlain começou a criar um posto comercial de peles, especialmente de castor, que era a coqueluche do momento na Europa.

Em 1642, a primeira colônia real chamada Ville Marie foi estabelecida e em 1832 Montreal se transformou em cidade.

DICA de SERIADO: se você gosta de história e quer conhecer como a empresa, ainda em operação, mais antiga do mundo começou, a HBC (Hudson’s Bay Company), assista a série Frontier no Netflix. Não é um seriado fácil de digerir, mas o Jason Momoa está um arraso como Declan Harp [ver trailer abaixo].

A população atual de Montreal tem mais de 4 milhões de habitantes e é a segunda maior cidade do Canadá, perdendo apenas para Toronto. Outra curiosidade é que Montreal é uma das cinco maiores cidades de língua francesa do mundo, sendo Paris é a primeira.

Notre Dame em Montreal
Basílica de Notre Dame a noite

Chip de celular!

Use nosso cupom: VIAJOTECA e garanta pelo menos 15% de desconto na compra do seu chip de celular com “O Meu Chip“! Super dica! (O valor do desconto aparece somente depois do pedido, antes de efetuar o pagamento).

Chip de celular - cupom de desconto 15%

Dicas Gerais

Quando ir

Montreal certamente é uma metrópole cosmopolita e é possível vistá-la durante todo o ano, mas quando se fala em Canadá, não se esqueça que o inverno é realmente congelante.

Na minha opinião, a melhor época para visitar Montreal vai de maio a outubro para se pegar o melhor da primavera, verão e outono.

verão em Montreal (junho a agosto) é apaixonante, pois os dias são longos e o clima perfeito para aventuras ao ar livre, caminhar pelos parques, fazer compras nas ruas de comércio, aproveitar vários festivais e obviamente, tomar um drink em algum dos bares ou terraços da cidade. Mas lembre-se que ao mesmo tempo que a temperatura pode chegar aos 30C, ela também pode cair para uns 15C, especialmente depois do entardecer.

Agora, se você quer curtir uma estação colorida, recomendo muito Montreal no outono (metade de setembro a novembro), pois certamente a paisagem é de tirar o fôlego. O clima já começa a esfriar, e para nós brasileiros, uma boa jaqueta é obrigatório, especialmente a noite quando cai ainda mais a temperatura. Mas o friozinho compensa os belos tons de vermelho, laranja e amarelo de cada árvore!

inverno de Montreal (dezembro a fevereiro) é para os fortes, mas acredite se quiser, ele não é o mais congelante do Canadá, mas está quase lá (risos)! Então, vista-se adequadamente para conseguir aproveitar e em dias ridiculamente frios, vá com calma (muita calma).

E depois da friaca, chega a época da primavera em Montreal (março a maio), momento onde até as pessoas sorriem com mais leveza e vontade. Abril costuma ser a temporada das chuvas, tudo isso para as flores desabrocharem em maio e Montreal voltar a ficar colorida.

>>> Melhor app de previsão do tempo do Canadá

COMO CHEGAR

Há 540 km de Toronto (estrada 401), 203 km de Ottawa (estradas 20, 40 e 417) e mais de 4.500 km de Vancouver (5 horas de voo).

Existem vôos direto de São Paulo para Montreal pela Air Canada (aircanada.com.br). Mas há opções de vôo com conexão de algumas cidades americanas, via Cidade do México, e Cidade do Panamá. Explore os vôos pelo Google Flight.

Outras opções de como chegar em Montreal, já dentro do Canadá, temos o trem pela Via Railônibus pela Coach Canada ou FlixBus, as empresas aéreas Air Canada, West Jet e Porteraluguel de carro (recomendamos a rentcars.com para se pagar em Real e sem IOF).

Onde ficar em Montreal

Há muitos lugares legais para ficar em Montreal, na última vez que estive em Montreal fiquei em Downtown no Delta e gostei, ótima localização. Todavia, mando abaixo algumas opções para você analisar e escolher o seu.

Para quem está indo pela primeira vez a Montreal, recomendo ficar ou em Downtown ou no VieuxMontréal (Centro histórico).

Centro histórico

Downtown Montreal

Hotéis em Montreal (mapa)

Booking.com

O que fazer em Montreal

Há muito o que fazer em Montreal e você pode explorá-la por muitos dias. Mas para quem tem tempo contado, segue minha sugestão de roteiro de 2 dias em Montreal.

PS: Quem conhece meus roteiros, sabe que são feitos para quem gosta de caminhar bastante, então fique a vontade de adaptá-lo para seu estilo de viagem.

Se tiver mais dia em Montreal e quiser fazer um bate e volta, recomendo muito o passeio pelo Parc Omega ou por Mt. Tremblant, você pode ir por conta se estiver de carro ou pegue um tour como esse aqui para o Parc Omega (C$325 por pessoa) ou esse para Mt. Tremblant (C$100 por pessoa).

Roteiro : 2 Dias em Montreal

Roteiro Montreal – Dia 1: Centro histórico, Rue Ste. Catherine & Crescent e Mt Royal

A cidade velha de Montreal é um charme sem fim, você vai querer explora-lá várias vezes durante sua visita e em diferentes momentos do dia e da noite. Recomendo muito!

Nos mapas abaixo, marquei as areas e atrações de Montreal, sendo assim clicando nos ícones vermelhos, aparece a descrição:

Vieux-Montréal / Old MOntreal – Cidade Velha

Desde o século XVII, as ruas estreitas de paralelepípedos da VIEUX-MONTRÉAL estão cheias de praças animadas, lojas e cafés charmosos. A Basílica de Notre Dame é o grande atrativo do centro histórico e acho que vale a pena entrar e vê-la por dentro. Para quem está com dinheiro contado, de repente, assistir uma missa possa ser uma saída para não gastar. Mas se puder, o show Aura que acontece quase todas as noites é muito bonito.

Gosta de fatos históricos? Vá conhecer o museu Pointe-à-Callièreme que conta a história de Montreal, contudo recomendo somente para quem fala inglês ou francês e se puder pegar o tour de uma hora após o filminho! Me impressionei bastante!

Uma das novas atrações da cidade velha é o Cité Mémoire, uma série de imagens que apresenta história de Montreal e que são refletidos durante a noite em várias paredes do centro histórico. Mais ou menos como um cinema a céu aberto. Você pode dar download do app e ir acompanhando o circuito conforme for passeando.

Não se perca demais no centro histórico agora, pois como mencionei anteriormente, você vai voltar aqui de novo. Então, depois do almoço, cerca de 13hs, suba para Downtown, para conhecer a parte nova da cidade.

Onde comer no centro histórico

Para café da manhã ou almoço, recomendo experimentar o Olive et Gourmando. Para um drink ou um happy hour sem pretensão mas bem acolhedor, não deixe de ir no Marchè 514

Tem alguns terraços bem legais e com vista, ótimo para tomar um drink. Nós experimentamos o Terrasse Place d’Armes e foi legal.

Para jantar, vou ficar devendo uma recomendação que provei e gostei muito. Todavia, meus amigos residentes comentaram sobre o Jardin Nelson, no buxixo da praça Jacques Cartier (bem turistão, mas bonito!).

Estando a fim de algo bem diferente, tem um spa localizado em um barco com vista para a velha Montreal, chamado Bota Bota, fiquei morrendo de vontade de conhecer! Se for, depois me conta!

Centrinho histórico de montreal
Ruazinha linda na cidade velha…

Feriados no Canadá 

13 motivos para conhecer o Canadá e se apaixonar!

Grupo no Facebook: Viajando pelo Canadá


Downtown Montreal (Centro moderno)

Se despeça (temporariamente) da cidade velha e vá para Downtown passando pelo mini-shopping World Trade Center Montreal. Eu achei bacana a arquitetura desse prédio, um contraste entre o novo e o velho. Repare que tem até um pedaço do muro de Berlin em exposição!

Então siga para Downtown pela Square Victoria, subindo até a Rue Sainte-Catherine.

Sainte-Catherine é o point do comércio e das lojas de Montreal. No caminho para a Rue Crescent, dê uma espiadinha rápida no Square Dorchester e na Catedral Marie-Reine-Du-Monde, acho que vale o detour.

A Rue Crescent é uma rua cheia de barzinhos e restaurantes, e exemplifica bem o lado anglofônico de Montreal. Se quiser comer uma saladinha bem elaborada, eu adorei o Mandy’s [267 R. Crescent].

Continuando você chega no Musée des Beaux-arts, que certamente é um prato cheio para quem gosta de museus clássicos e com um bom acervo. Se você não tiver tempo, somente olhar os 3 prédios e a estrutura já vale. Eu gostei muito dessa área.

Musée des Beaux-arts
Região do Musée des Beaux-arts

Mount Royal Park (Kondiaronk Belvedere)

Continuando nosso tour do Viajoteca sobre O que fazer em Montreal, já na Rue Sherbrooke, siga para a entrada principal da McGill University. Por ali, você vai passar por vários hotéis e lojas de luxo. A McGill é a principal e mais antiga universidade de Montreal, fundada em 1821.

Você só vai conhecer a universidade por fora, pois o objetivo é ir no parque Mont Royal e subir (a pé) até o Kondiaronk Belvedere, um terraço com uma bela vista da cidade. Há algumas rampas e escadarias nessa trilha do parque, então pegue um táxi se estiver cansado/a. Mas chegue lá em cima antes do pôr-do-sol.

Se estiver de de carro ou quiser caminhar por dentro das trilhas e afins, saiba que existe um outro terraço de observação que reflete outra vista da cidade: o Belvédère Camillien-Houde.

Para o jantar, eu reservaria para algum restaurante da cidade velha.

Chalet du Mt Royal
Vista do Chalet du Mt Royal no final da tarde

Roteiro Montreal – Dia 2: Place des Arts, Estádio Olímpico, Jd. Botânico e Biodome

PLACE DES ARTS

Comece o dia no Place des Arts, o lugar onde todas as comemorações e eventos acontecem em Montreal. Aproveite para escolher um lugar para tomar café da manhã.

Jardim Botânico, a Torre Olímpica e o Biodome

Pegue a linha verde do metrô e desça na estação Pie IX para visitar o Jardim Botânico, a Torre Olímpica de observação e o Biodome (Compre aqui). Diferentes combos para as atrações dessa região podem ser comprados no mesmo ticket para ganhar um descontinho. Elas ficam uma do ladinho da outra. 

De todas, na minha opinião, o Biodome é a menos interessante. E confesso que não visitei o Planétarium Rio tinto Alcan, ficou para uma próxima oportunidade.

Reserve de 3 ou 5 horas para esses passeios, incluindo locomoção. Sendo assim, minha dica é deixar o Jardim Botânico por último, pois tem um restaurante para almoçar ou comer uma coisinha antes de retornar para a cidade.

Jardim Botânico
Maridão relaxando no Jardim Botânico
Estádio Olímpico de Montreal
Estádio Olímpico de Montreal

Moeda do Canadá, qual dólar levar na viagem?

Temperatura nas principais cidades canadenses


Parc Jean-Drapeau

Olhe para o relógio, e veja se tem tempo de conhecer o Parc Jean-Drapeau

Esse parque fica em uma ilha bem em frente a cidade histórica de Montreal e tem várias atividades outdoor, vista panorâmica etc. Acho um bom lugar para andar de bike com criança, por exemplo.

Mas se preferir, retorne para a cidade velha para flanar sem pressa e curtir um pouquinho mais dessa parte deliciosa da cidade. Incluindo ver lojinhas, tomar um drink etc

Bairro Plateau

Uma sugestão para o final de tarde e jantar é seguir para o Plateau. Um bairro gostoso e boêmio de Montreal, que ainda guarda seu charme quebecoise.

Não deixe de passar na praça Square Saint-Louis, certamente um cantinho fofíssimo, especialmente pela arquitetura típica dessa região da cidade.

Para comer, eu recomendo o Le P’tit Plateau [330 Marie-Anne Rue E], um restaurante que você pode levar sua própria garrafa de vinho, prática comum no Plateau. Outra sugestão seria algum restaurante da Rue Prince Arthur E, a parte que mais gostei do Plateau. Todas essas ruas estão traçadas no mapa acima e tendo mais tempo na cidade, vale gastar meio dia passeando por aqui.

Bairro Plateau em Montreal
Casinhas típicas do Plateau em frente a Praça Saint-Louis

PS: Gostaria de agradecer as dicas dos amigos que sabem tudo de Montreal e que me ajudaram a montar esse roteiro: Henrique L., Queila e Tanylle.

Mais Dicas de Montreal

RESO – A rua subterrânea de Montreal

Uma das coisas legais para fazer em Montreal é dar uma espiada nas ruas subterrâneas, a RESO.

A cidade subterrânea de Montreal possui 32 km de túneis subterrâneos espalhados pelo centro de Montreal.

A cidade subterrânea, ou Reso, inclui 60 complexos residenciais e comerciais, as vezes você está dentro de um nesses túneis, mas nem se dá conta. São hotéis, shopping, bancos, sedes corporativas, museus, edifícios universitários, sete estações de metrô, duas estações de trem e a arena de hóquei do Bell Center, onde o time de Montreal, Canadiens, joga a liga do NHL.

Quase 500.000 pessoas usam a cidade subterrânea por dia, especialmente durante os meses inverno de Montreal.

Assista um jogo de hockey no gelo

Se você estiver em Montreal entre os meses de outubro a maio, certamente um programa diferente para brasileiros, mas super canadense é assistir um jogo de hockey no gelo.

Hockey ou hóquei no gelo é o esporte nacional do Canadá, o pessoal realmente ADORA! O bacana é que Montreal tem um dos melhores times da liga NHL, o Canadiens, ou carinhosamente apelidado de the Habs. Nem sempre é fácil e barato assistir um jogo de hockey no Canadá, mas procure seu ingresso aqui com antecedência e ainda pague em R$.

Cerveja, vinho e poutine
Cerveja, vinho e poutine

Conclusão

Tem muito o que fazer em Montreal e essas dicas aqui do Viajoteca sobre um roteiro de 2 dias em Montreal é apenas o começo. Espero que tenham gostado e aproveitado! Qualquer dúvida, estou a disposição nos comentários no final dessa página.

E como sempre peço, não deixe de usar os links aqui do viajoteca para fazer suas reservas. Fazendo isso, você nos ajuda a manter o blog no ar e sempre com dicas fresquinhas para sua próxima viagem!

Mais roteiros de cidades do Canadá:

O que fazer em Toronto (2 a 4 dias)

1 Dias em Niagara Falls

Roteiro de um dia em Ottawa

O que fazer em Vancouver

Um dia em Halifax

21 respostas

  1. Você sempre ajuda! Minha dúvida é relativo ao transtorno que é ficar com mala pra cá e pra lá. Ademais, tenho uma filha de 10 anos que vai nos acompanhar. Desse modo, tinha pensado que se for pra ir pra Quebec City, seria dois dias. O que você me diz?

    1. Oi Robson, eu super te entendo com essa questão de ficar trocando de hoteis, é realmente muito chato.
      O lance da pernoite em Quebec é também em relação a distância, são cerca de 2h30 de viagem, e vai ficar meio pesado, 5 horas em um dia, você não acha? E Montreal tem um trânsito lascado no horário do rush.
      Eu acho que vale ficar pelo menos uma noite em Quebec.

  2. Mirella, muito bom seu roteiro, obrigado! Tenho 4 dias no Canadá e estou na dúvida se pernoito em todos em Montreal com um bate e volta em Quebec City ou se divido 2 dias em QC e 2 dias em Montreal. O que você acha?

    1. Oi Robson,
      Puxa… eu ficaria pelo menos uma noite em Quebec. O centrinho turístico de Quebec é pequeno e até dá para fazer em um dia (cidade alta e cidade baixa), mas acho um charme ver as ruas a noite também, sabe?
      Ajudei?
      Ah … se for reservar hoteis e seguro online, não esqueça de usar nossos links 🙂
      Qualquer coisa, estou por aqui!!!
      Abs e obrigada pela visita e palavras sobre o blog.

  3. Oi Mirella
    Demais seus roteiros. Estou fazendo exatamente como vc manda para minha viagem em 2018. Queria um post de “Dia perfeito em Quebec” :D:D:D:D
    Fica de sugestão para a próxima.
    Bjos

    1. Oi Renato,
      Que bom que está curtindo os posts do Canadá aqui no Viajoteca.
      Então, eu tenho um roteirinho em Quebec na cabeça, mas como faz um tempinho que não vou, prefiro esperar para escrever com dicas recentes, entende?
      Vou fazer uma vaquinha para a galera patrocinar minha viagem para lá ahahah
      Abs

  4. Mirella, claro que ajudou… depois de responder uma pergunta como essa, creio que não terá nenhuma que fique sem resposta..
    😉

    Muito obrigado!

  5. Olá Mirella! Como sempre, dicas muito boas! Voltei para tirar mais uma dúvida.. a pergunta é um tanto quanto vaga, mas qualquer comentário será muito bem vindo.. é sobre a quantia aproximada a ser levada em cash para as “despesas miúdas” (ex.: lanche, gorjetas, eventual transporte, etc.). Apesar de ser muito relativo, se puder dar um “mais ou menos” (de repente tomando por base tua experiência pessoal), só para eu ter um norte no momento de comprar os $$, Novamente, muito obrigado!

    1. Oi Damien,
      Puxa… complicado mesmo essa parte (risos).
      Assim, espere gastar entre 10 a 20 dolares no almoço, e de 20 a 50 no jantar… depende muito do seu estilo e do orçamento. E outros 10 a 30 para gastos com entradas etc. O que daria mais ou menos 80 a 100 dolares por dia, mas quando vou viajar com o Kiko, costumo calcular de 150 a 200 dolares o casal, tem dias que gastamos mais e outros menos. Ajudei?
      Abs

    1. Oi Denise,
      Eu fiquei em donwtown agora em Junho e gostei, mas da próxima vez, acho que gostaria de ficar na cidade velha, mais pro lado do “Montreal History Centre”, para te indicar uma localização… fica na cidade velha, mas numa parte menos muvucada, entende?
      Mas onde você reservou, parece ser uma boa localização também, fácil de ir a pé ou metrô para todo canto…
      Se ficar em um desses hoteis, depois me diga o que achou… eu adoro indicação de hoteis 🙂
      Ajudei?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.