Museu Van Gogh Amsterdam

Museu Van Gogh em Amsterdam – obras, preços, horários e muito +

Descubra uma parte da cultura holandesa visitando o Museu Van Gogh em Amsterdam, na Holanda. O artista é famoso por suas pinturas, mas sua biografia é muitas vezes desconhecida do grande público.

Se você é fã do artista, obviamente terá um momento que ficará para sempre na memória. Se você for apenas um curioso, aprenderá muito sobre Vincent Van Gogh, sua vida e sua obra e descobrirá suas maiores obras. Afinal, este museu é pra lá de especial!

Para se preparar para sua visita, vamos dar várias dicas a seguir. Mas a nossa primeira dica e mais importante é reservar os seus bilhetes com bastante antecedência. Caso contrário, você corre o risco de chegar em Amsterdam e não conseguir visitar o Museu Van Gogh por falta de ingressos disponíveis. Acredite, eles esgostam extremamente rápido!


LEIA TAMBÉM:

>> O QUE FAZER EM AMSTERDAM
>> 18 RAZÕES PARA VISITAR AMSTERDAM NA HOLANDA
>> ONDE FICAR EM AMSTERDAM: MELHORES BAIRROS PARA SE HOSPEDAR
>> COMO IR DO AEROPORTO DE AMSTERDAM PARA O CENTRO | TODAS AS DICAS!


Museu Van Gogh

Certamente, o Museu Van Gogh é o museu a ser lembrado se você planeja visitar apenas um dos maravilhosos museus de Amsterdam. De fato, a cidade é repleta de museus incríveis e abriga diversas obras conhecidas. Entretanto, o Museu Van Gogh na cidade abriga a maior coleção de obras do famoso artista. Uma coleção única e imperdível!

Com mais de 2,5 milhões de turistas por ano, junto com o Rijksmuseum, este é o museu mais visitado de Amsterdam. A coleção permanente do museu inclui mais de 200 pinturas de Vincent van Gogh, além de 500 desenhos e mais de 750 cartas. Por essa e por outras, é o museu mais visitado de Amsterdam.

Museu Van Gogh em Amsterdam

ATENÇÃO!! SEGURO VIAGEM EUROPA

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Além de você não correr o risco de ser deportado (sim, isso acontece muito mais do que a gente imagina), você estará protegido se algo de ruim acontecer. Infelizmente imprevistos acontecem e temos que estar preparados. Nossos leitores recebem um desconto de até 10% na hora de pagar.Você ainda está na dúvida? Tire todas as suas dúvidas aqui >> SEGURO VIAGEM É IMPRESCINDÍVEL?

>> FAÇA AQUI A COTAÇÃO DO SEU SEGURO VIAGEM EUROPA

História

O Museu Van Gogh é um museu dedicado quase que exclusivamente à obra do artista holandês Vincent Van Gogh. Foi fundado em 1973 e está localizado bem no coração da cidade, na famosa Museumplein. Inclusive, é obra do arquiteto Gerrit Rietveld.

O museu possui a maior coleção de pinturas de Van Gogh do mundo, com mais de 200 pinturas e mais de 500 desenhos. A coleção também é rica em numerosos auto-retratos. Apresenta ainda uma coleção de 652 cartas da correspondência íntima que mantinha com seu irmão, Theodore Van Gogh, além de cartas trocadas com outros artistas.

Van Gogh Museum

O museu abriga um número impressionante de grandes obras-primas do artista, como O Quarto, Os Girassóis, Os Comedores de Batatas, entre outros. Em nenhum outro lugar, você vai encontrar tantos quadros famosos do artista como aqui.

O Museu Van Gogh tornou-se um dos museus mais populares de Amsterdam e é frequentemente visitado por turistas de todo o mundo. Além de sua coleção permanente, o museu também recebe exposições temporárias ao longo do ano. Estas exposições acontecem em uma nova ala que foi criada pelo arquiteto Kisho Kurokawa.

Visitando o Museu

Localizado no coração da capital holandesa, na Praça dos Museus (Museumplein), este museu, inteiramente dedicado à vida e obra do pintor pós-impressionista.

É impressionante saber que Van Gogh pintou 800 telas em dez anos! No entanto, o museu possui um quarto de suas criações e dessa forma, traça a vida artística de Van Gogh. Assim sendo, as obras de arte do museu são apresentadas cronologicamente do térreo ao terceiro andar e oferecem uma visão íntima da vida e da mente do gênio artístico do pintor.

Interior do Museu

Sem dúvida, este é um “santuário” do expressionismo, naturalismo, fauvismo e impressionismo, assim como das várias correntes pictóricas que anunciam a arte moderna do século XX.

Durante a visita, você descobrirá as pinturas que retratam cinco grandes etapas da vida de Vincent Van Gogh. Ou seja, os altos e baixos de sua vida atormentada até seu suicídio em 1890, aos 37 anos. As fases são:

  • 1880-1885: Holanda
  • 1886-1888: Paris
  • 1888-1889: Arles
  • 1889-1890: Saint-Rémy-de-Provence
  • 1890: Auvers-sur-Oise

Passando através de suas obras expostas em ordem cronológica, você vai contemplar as pinturas mais famosas como “Os comedores de batata”, “O campo de trigo“, “O quarto”“Os girassóis”, assim como sua última pintura, “O campo de trigo com corvos”.

O que ver no Museu Van Gogh em Amsterdam?

Estima-se que o artista holandês tenha produzido um total de cerca de 2.000 obras entre pinturas, desenhos, croquis etc. Portanto, o acervo deste museu abriga uma parte significativa delas! Na minha opinião, é isso que torna este museu tão essencial!

Como costuma acontecer nas minhas visitas aos museus, eu faço um tour completo (ou quase) pelo museu, mas gosto de focar em algumas obras para poder admirá-las com mais detalhes e buscar entender melhor a obra e sua história. Então, recomendo que você também escolha algumas das obras deste gênio da pintura e as observe com detalhes. Com toda certeza, você vai se impressionar com a genialidade do seu trabalho artístico.

A incrível coleção de pinturas do Museu Van Gogh

Certamente, cada pintura de Van Gogh é única, mas não podemos negar que algumas são mais especiais que outras. Por isso, vale a pena entender as fontes de inspiração de Van Gogh e a profundidade de suas pinturas antes de explorá-las pessoalmente. Desse modo, vou detalhar bem de leve algumas delas, que considero importantes.

Os comedores de batata

Sem dúvida, esta é uma das obras mais famosas de Van Gogh. “Os comedores de batata” foi produzida entre abril e maio de 1885. A pintura foi criticada na época por suas cores escuras e imperfeições, mas sua mensagem é louvável.

A pintura mostra um grupo de trabalhadores jantando. Eles têm rostos ossudos, miseráveis ​​e são pintados em cores empoeiradas, como as de uma batata com casca.

Os comedores de Batata
Foto: Wikimedia.org

Os Girassóis

Você sabia que Van Gogh pintou “Os Girassóis” com apenas três tons de amarelo e nada mais? Por meio dessa pintura, ele queria mostrar que é possível criar obras de arte com diversas variações da mesma cor sem perda de articulação. Sem dúvida, esta é uma obra muito famosa do artista. Segundo Van Gogh, a pintura comunicava “gratidão”.

Os Girassóis Van Gogh
Foto: Wikimedia.org

Na verdade, este trabalho faz parte de uma série de pinturas representando girassóis. Elas foram pintadas em 1888 e 1889, quando o artista morava em Arles, no sul da França. Esta era uma série de 7 obras, sendo que uma delas desapareceu durante um bombardeio americano no Japão. Os demais quadros estão expostos na Alemanha, Inglaterra, Japão e Estados Unidos.

Amendoeira em Flor

Este óleo sobre tela data de 1890 e teve um significado muito especial para o artista. As amendoeiras são um símbolo da vida, pois florescem no início da primavera. Vincent Van Gogh deu a pintura da flor de amendoeira ao irmão e à cunhada, que acabaram de ter um bebê e que o chamaram para ser padrinho do bebê.

Theo havia prometido a seu irmão que seu filho levaria o nome de Vincent. Curiosamente, foi Vincent Willem (filho de Theo) quem fundou o Museu Van Gogh.

Também observe que as cores desta tela são hoje mais opacas. Com o tempo, os tons desbotam e as flores de amendoeira ficam mais brancas quando originalmente eram mais rosadas.

Foto: Wikimedia.org

Jardim dos Namorados: Praça Saint-Pierre

Van Gogh chamou esta pintura de “a pintura do jardim com os amantes”. Aqui você vai observar casais românticos sob os castanheiros de um parque. Vincent desejava ter uma esposa e uma família, mas infelizmente tinha relacionamentos românticos complicados.


LEIA TAMBÉM:

>> ONDE FICAR EM AMSTERDAM: MELHORES BAIRROS PARA SE HOSPEDAR
>> CIDADES NA HOLANDA PARA CONHECER E SE APAIXONAR ♥
>> O QUE FAZER EM ROTTERDAM: TODAS AS ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS!


Autorretratos de Van Gogh

A última obra feita por Van Gogh em Paris é o retrato do pintor com paleta e pincéis atrás do cavalete. Em ‘Autorretrato como Pintor’, ele usou cores vivas e não misturadas para se mostrar como um artista moderno. Entretanto, Paris o havia esgotado física e mentalmente, e é por isso que ele se pintou triste na pintura.

Auto-retrato Van Gogh
Foto: Wikimedia.org

Van Gogh fez vários autorretratos. Algumas dessas obras estão no Museu Van Gogh em Amsterdam. O autorretrato mais conhecido do artista é certamente o do Musée d’Orsay em Paris e chamado Portait de l’artiste, datado de 1889.

Entre os autorretratos do artista que se encontram neste museu de Amsterdam, seguramente o mais conhecido é o Autorretrato com chapéu de feltro cinzento, datado de 1887-1888.

Auto-retrato Van Gogh

A Casa Amarela

A pintura da Casa Amarela era da casa para a qual Van Gogh acabou se mudando. Era a casa dos seus sonhos, onde pintores com ideias semelhantes poderiam morar e trabalhar com ele.

Um amigo dele morava perto da ponte ferroviária retratada na pintura. Ele também pintou o restaurante perto desta casa onde ele costumava comer.

O Quarto

Van Gogh mobiliou seu quarto na Casa Amarela com móveis simples e suas pinturas adornavam as paredes. Na pintura “O quarto”, Van Gogh usou cores vivas, que se desvaneceram com o passar dos anos e, portanto, parecem contrastantes.

Para parecer uma estampa japonesa, ele achatou o interior e deixou escapar as sombras. Ele gostou muito dessa pintura.

O quarto Van Gogh
Foto: Wikimedia.org

Íris

Van Gogh pintou “Iris” em 1890, enquanto estava no hospital psiquiátrico Saint-Rémy. Para ele, a pintura era principalmente um estudo de cores. Ele criou um forte contraste de cores colocando flores roxas em um fundo amarelo, fazendo com que as flores se destacassem ainda mais. Agora a cor desvaneceu-se para azul.

Campo de Trigo com Corvos

Esta pintura, na qual pinta um céu tempestuoso com corvos e um beco sem saída, é considerada uma de suas últimas obras. O beco sem saída levou muitos a afirmar que se refere à sua morte iminente.nAtravés desta pintura, ele expressa sua tristeza e a extrema solidão, bem como o lado saudável e fortificante do campo.

Campo de Trigo com Corvos
Foto: Wikimedia.org

Campo de trigo sob um céu tempestuoso

Campo de trigo sob um céu tempestuoso é outra obra famosa do artista e data de 1890. O quadro foi uma das várias pinturas que ele fez de campos de trigo em Auvers-sur-Oise. Ela foi pintada durante os últimos dias de sua vida e tenta representar a tristeza e a solidão associadas a este período de sua vida.


>> O INCRÍVEL MUSEU RIJKSMUSEUM EM AMSTERDAM


Van Gogh, mas não só…

Além da possibilidade de conhecer a vida do pintor, o museu é uma porta aberta para a história da arte do século XIX, pois apresenta também pinturas de renomados pintores impressionistas.

O Museu Van Gogh também abriga obras dos seguintes artistas:

  • Claude Monet
  • Henri de Toulouse-Lautrec
  • Paul Gauguin
  • Paulo Signac
  • e ainda Georges Seurat

Mesmo se você quiser visitar o museu somente para ver as obras de Van Gogh, não deixe de admirar as outras obras expostas no museu. Inclusive, as obras da coleção são exibidas de forma rotativa. Nem todas as obras são exibidas ao mesmo tempo. No entanto, as obras-primas do Museu Van Gogh são exibidas e visíveis o tempo todo.

Visita guiada

Caso você queira saber mais sobre o artista e as obras, o museu oferece também visitas guiadas. Um especialista em arte local apresenta a você em uma excursão guiada de duas horas as obras-primas de Van Gogh em exibição no museu. Aliás, você pode optar por uma excursão em pequenos grupos (no máximo oito visitantes) ou uma excursão privada.

Quando o passeio termina, você está livre para ficar o tempo que quiser no museu e apreciar a maior coleção de pinturas de Van Gogh do mundo.

Visitas combinadas

Combos ou pacotes são uma ótima maneira de economizar dinheiro – geralmente são 10 a 15% mais baratos do que reservar as experiências individualmente.

Outra razão pela qual os passeios combinados são populares entre os visitantes de Amsterdam é que as atrações turísticas estão próximas. Por exemplo, você sabia que apenas 300 metros separam o Museu Van Gogh e o Rijksmuseum? Fora que a região apresenta outros museus incríveis!

Aqui estão os passeios combinados mais populares, que também incluem uma visita ao Museu Van Gogh. 

>> Amsterdã: Ingresso Museu Van Gogh e Cruzeiro pelos Canais
>> Museu Van Gogh e Rijksmuseum: entrada programada e tour guiado
>> Amsterdã: excursão a pé pelo distrito dos museus

Guia multimídia

Certamente, o Museu Van Gogh é mais bem explorado com um especialista em arte orientando você. No entanto, se você não quiser reservar uma visita guiada ao Museu Van Gogh , o guia do museu de arte multimídia é muito bom e eu indico muito você alugar um.

Ao reservar seus ingressos para o Museu Van Gogh, você também pode reservar o guia. Ou ainda, você pode alugá-los na hora, no balcão multimídia do museu.

O guia multimídia do Museu Van Gogh custa € 3 para todos os visitantes a partir de 18 anos. Menores de 17 anos têm direito ao guia gratuito, disponível em 11 idiomas.


Leia também:

>> PARQUE KEUKENHOF 2024 | PARQUE DAS TULIPAS NA HOLANDA
>> MARKTHAL EM ROTTERDAM: O MERCADÃO MAIS MODERNO DA HOLANDA
>> COMO VISITAR OS CAMPOS DE TULIPAS NA HOLANDA
>> HEINEKEN EXPERIENCE | O MUSEU HEINEKEN EM AMSTERDAM


A loja e livraria do Museu

Você encontrará, no hall de entrada, a loja do Museu Van Gogh. pensa num lugar onde os fâs das obras do artista vão a loucura! É tanta coisa linda com estampas dos quadros, além de livros de artes e outros, que a gente nem sabe o que escolher. Você pode comprar também reproduções e pôsteres das obras do artista.

No terceiro andar do edifício, a livraria oferece uma vasta seleção de obras dedicadas ao artista. Você vai encontrar livros sobre sua arte, suas obras, mas também sobre sua vida. Naturlmente, existem também livros mais gerais sobre impressionismo e livros para crianças.

lojas no museu
Shutterstock | Foto: Alexander Tolstykh

Melhor horário para visitar o Museu

Sem dúvida, a melhor hora para chegar ao Museu Van Gogh e pegar ele mais vazio é antes das 10h da manhã. Pois a partir das 11:00 o museu começa a ficar lotado e fica assim até às 15:00, com longas filas na entrada e nas exposições. Os fins de semana são lotados.

Já quanto ao melhor período do ano, os períodos de baixa temporada costumam ser mais tranquilos. Afinal, nos meses de férias escolares europeus e feriados os museus estão cheios todos os dias.

Dica:  é melhor evitar o Museu Van Gogh em dias de chuva, pois em dias de mau tempo, todos os turistas desembarcam em atrações fechadas, que é o caso dos museus.

ALERTA DE DESCONTO
O Pass Amsterdam inclui ingressos para o Rijksmuseum, Museu Van Gogh, 1 hora de cruzeiro pelos canais e viagens ilimitadas nos transportes públicos de Amsterdam por 1 hora. 

Você também recebe um código de desconto de 48%, que pode ser usado (cinco vezes!)

Quanto tempo dura a visita ao Museu Van Gogh?

Ao planejar uma viagem à cidade, sabendo que o tempo que temos é apertado, é importante calcular o tempo de visita às atrações. E muitas vezes nos perguntamos quanto tempo devemos dedicar a esta ou aquela atração. Assim sendo, eu recomendo reservar pelo menos 2 horas ao Museu Van Gogh em Amsterdam.

Conforme já mensionei acima, não é mais possível comprar seu ingresso no local. Portanto, não há muito o que esperar. A entrada no museu é rápida, já que você deve ter seu ingresso em mãos. Assim podemos considerar que estas 2 horas correspondem ao tempo efetivamente gasto na visita ao museu.

interior do museu

Uma hora e meia é suficiente para ver e apreciar todas as pinturas expostas no Museu Van Gogh. No entanto, sabe-se que os verdadeiros entusiastas de Van Gogh podem passar quatro horas ou até mais explorando suas pinturas.

O museu de arte tem quatro andares no prédio principal e três na ala de exposições, com muitas escadas, então esteja preparado para caminhar bastante.

Dica:

Não é necessariamente sensato combinar visitas a outros museus no mesmo dia, pois fica muito cansativo. A cidade não é enorme, e é fácil retornar a esta região e visitar outro museu em outro dia. Por isso, é melhor estender a visita a cidade e deixar um outro museu em potencial para os outros dias.

Mapa do Museu Van Gogh

Se você ainda não reservou uma visita guiada, a segunda melhor opção ao visitar o Museu Van Gogh é o guia multimídia. Mas se estiver com um orçamento limitado e não quiser gastar os 3€ extra por pessoa no guia multimídia do museu, sugerimos que traga um mapa consigo.

Desde a localização das escadas até as seções de pinturas e cartas, este mapa do museu dá uma ideia de cada parte do Museu Van Gogh. Inclusive, ter o mapa do Museu Van Gogh em seu celular é uma maneira prática de guiá-lo dentro do museu.

Você sabia?
Em seu auge, Van Gogh trabalhou em 800 pinturas em 10 anos, ou uma pintura a cada quatro dias. Infelizmente, durante sua vida, ele só conseguiu vender uma de suas pinturas. No entanto, após sua morte, suas pinturas passaram a ter alta demanda. Inclusive, um dos seus quadros, “O Retrato do Dr. Gachet” chegou a ser vendido por 148,6 milhões de dólares.

Horário de funcionamento do Museu Van Gogh

O Museu Van Gogh em Amsterdam está aberto todos os dias do ano de 2023, com exceção de 9 de janeiro e 6 de fevereiro.

Horário de funcionamento do Museu Van Gogh 2023:

Geralmente, o horário de funcionamento é das 9:00 às 18:00.

No entanto, em determinadas datas, os horários podem variar. Nos fins de semana de janeiro, fevereiro, novembro e dezembro, o Museu Van Gogh abre às 20:00. Em certos dias, o museu fecha às 17:00.

Não se preocupe, você verá os horários disponíveis ao reservar seus ingressos. Entretanto, observe que a última entrada é 1h30 antes do fechamento.

Para seu conforto, aconselhamos a reservar os seus bilhetes pelo menos 2 horas antes da hora de fechamento do museu, para não ter que correr para fazer a sua visita.

Preço do ingresso para visitar o Museu Van Gogh

Antes de tudo, você deve saber que não é possível comprar seu ingresso no local. Você deve ter um passe da cidade ou um bilhete comprado antecipadamente para visitá-lo. Dessa forma, não existe o conceito real de pular fila porque todo mundo já chega com um ingresso ou passe.

Várias opções são possíveis para ter um ingresso. Aqui estão os preços do Museu Van Gogh Amsterdam:

  • Bilhete único para comprar online aqui ao preço de 22 euros (taxas de reserva incluídas)
  • Acesso através do Amsterdam City Pass que custa 50,50 euros
  • Acesso via I Amsterdam Card , o passe mais completo da cidade (compre aqui)

Menores de 18 anos com ingresso podem entrar no Museu Van Gogh gratuitamente. Você deve solicitar ingressos para menores ao reservar seus ingressos para adultos. Basta adicioná-los ao seu cesto e serão cobrados 0€.

Observe que não é possível comprar seus ingressos na entrada do Museu Van Gogh. A única possibilidade é reservar os seus bilhetes online.

O Museu não oferece descontos para idosos ou estudantes. Ao reservar seus ingressos, você precisará escolher o horário de entrada no museu.

Chegou no local, a entrada é bem simples. Basta apresentar o código de barras da sua confirmação de reserva ou do passe turístico, no celular ou em papel. Assim, você pode entrar diretamente no museu. Afinal, você não precisa trocar nada no local ou pegar ingresso em bilheteria! Então, prefira a confirmação no seu smartphone, dessa forma não precisa imprimi-la desnecessariamente.


Leia também:

>> KINDERDIJK: UM DOS MELHORES LUGARES PARA SE VISITAR MOINHOS NA HOLANDA
>> HOORN, UMA DAS BELAS CIDADES HOLANDESAS QUE VOCÊ DEVIA CONHECER!
>> ZAANSE SCHANS, UM LUGAR PARA CONHECER A HOLANDA DO PASSADO


Como funcionam os ingressos online

Muita gente ainda tem “medo” de comprar pela internet, ainda mais numa viagem internacional. Mas você não precisa se preocupar. É muito fácil e seguro! Ao reservar ingressos online para o Museu Van Gogh, você seleciona o horário de visita preferido.

Imediatamente após a compra, seus ingressos são enviados por e-mail para você. Você não precisa imprimir. Basta chegar ao ponto turístico 15 minutos antes do horário indicado em seu ingresso.

Como você tem um ingresso e está no horário, pode mostrá-lo em seu smartphone e entrar imediatamente no Museu de Arte Van Gogh.

Como chegar ao Museu Van Gogh? 

O Museu Van Gogh está localizado na Praça dos Museus (Museumplein), no distrito sul de Amsterdam, chamado Museumkwartier em holandês, perto do Museu Stedelijk, do Rijksmuseum e do Concertgebouw. 

Seu endereço é Museumplein 6 – Amsterdam.

Placas de localização

É muito fácil chegar lá a pé do centro da cidade, mas é uma caminhada longa. Além disso, muitos outros museus estão localizados nesta área da cidade.

Obviamente, existem muitas maneiras de chegar ao Museu Van Gogh. Tudo depende de onde você está vindo e que meio de transporte prefere.

A pé ou de bicicleta:

Obviamente, chegar a pé é a maneira mais descomplicada. Assim como, se você vier de bicicleta, encontrará muitos lugares para estacioná-la perto do Museu Van Gogh.

De bonde:

Se vier de mais longe, apanhe o bonde (tram), já que muitos bondes chegam a Museumplein.

Aconselho você a optar pelo passe GVB , que permite o uso ilimitado do transporte público em Amsterdam. Custa €9 por 24 horas e seu preço diminui se você comprar por vários dias.

Da Estação Central de Amsterdam

Do centro de Amsterdam, você pode optar por pegar um bonde ou um ônibus para chegar ao Museu Van Gogh.

Pegue o bonde 2 ou 12 e desça na Van Baerlestraat ou pegue o ônibus 347 (em direção a Uithoorn) ou 357 (em direção a Kudelstaart) e desça na  parada Museumplein.

  • Da estação Amsterdam Zuid, pegue o bonde 5.
  • De Amsterdam Amstel também é o bonde 12.

De metrô:

Se houver uma estação de metrô perto de sua acomodação, esta é uma maneira rápida de chegar ao museu.

A estação de metrô Vijzelgracht na linha azul Norte-Sul é a mais próxima do Museu Van Gogh. Leva menos de 10 minutos a pé da estação de metrô até a entrada do museu.

De carro:

Aconselho vivamente a não vir de carro para o centro da cidade de Amsterdam. Os estacionamentos são escassos e caríssimos. Por exemplo, o preço do estacionamento Museumplein é de 10 euros por hora. Sendo que custa 55 euros por 24 horas. Isso atrapalha a logística e o orçamento de muitas viagens, né?

Mas se você pretende dirigir, você pode usar o estacionamento do Museu Van Gogh no Q-Park, sob a Museumplein.

Acesso para pessoas com mobilidade reduzida

Os visitantes com mobilidade reduzida podem visitar o museu sem preocupações. Todos os andares são acessíveis por elevador.

No entanto, eles também devem comprar seu ingresso online. Os visitantes que não podem deslocar-se sozinhos no museu podem se beneficiar da presença de um guia gratuitamente. Este último também poderá se beneficiar de uma visita guiada por áudio gratuita.

O bilhete do acompanhante não deve ser encomendado online. Ao chegar, basta informar à equipe que você está acompanhado.

Para a comodidade e conforto de muitos, o Museu Van Gogh oferece cadeiras dobráveis ​​e cadeiras de rodas para pessoas que não conseguem ficar de pé por muito tempo.

Ótimo passeio no Museu Van Gogh em Amsterdam!!

Espero que tenham gostado dessas dicas para visitar esta que é uma das maiores atrações de Amsterdam. Tenho certeza que sua viagem será legal demais!

Se puder, utilize os links que distribui ao longo desse post. A gente recebe uma pequena comissão a cada reserva completada e você não paga a mais por isso! Isso nos ajuda a manter o blog e a gente garante dicas atuais e bem legais para você! Obrigada!

Leia neste Artigo:

Tours Viajoteca

Conheça nossos tours e passeios exclusivos e privados, com guias e motoristas que falam português!
OFICIAL